Projeto | Prédio Econômico e Popular

Projeto de um prédio econômico apresentado com maquete eletrônica e planta baixa humanizada dos apartamentos. O edifício em questão tem as características típicas de projetos mais antigos para habitação social, ou de construção econômia para venda através de financiamentos do governo.

Características Principais do Projeto

Prédio econômico - perspectiva e fachada do edifício projetadoPara baratear a construção e ao mesmo tempo tornar o projeto viável e funcional, geralmente se adota um máximo de 3 à 5 andares para cada edifício, o que dispensa o uso de elevadores, embora se comprometa um pouco a acessibilidade e exista o desconforto de subir mais degrais de escada para atingir os últimos andares.

Entre outras características, está também o uso de escadarias comuns ou compartilhadas para dois blocos de apartamentos emparelhados lado a lado, com seu uso associado ao aproveitamento de desníveis de terreno.

Voltando à falta de elevador para prédios baixo, excetuando-se o problema de acessibilidade para pessoas com necessidades especiais, subir alguns degrais de escada para pessoas comuns e saudáveis não deve ser visto como um mal, e sim como uma oportunidade de exercitar-se um pouco de forma rotineira, imperceptível e de graça, evitando-se assim o sedentarismo que realmente pode causar problemas.

Anúncio:

Afinal, não existe quem pague para correr em rampas ou subir em máquinas que simulam escadas em academias de ginástica? Ainda sobre o uso de escadas ou rampas bem projetadas, já existem experiências concretas de edifícios comerciais feitos no exterior para estimular o deslocamento das pessoas usando rampas e escadas.

Outro aspecto deste edifício é quanto às caixas dágua. Como é comum nos edifícios, projeta-se uma cisterna no andar térreo para receber a água que vem da rua, e uma caixa dágua em concreto que fica no topo do prédio.

Neste caso, a caixa dágua superior pode ficar sobre os pilares da escada compartilhada pelos dois blocos, servindo também aos dois blocos de edifícios que formam um só condomínio.

Tipo de telhado em função de fatores econômicos e clima

Em edifícios onde o clima é mais ameno e a econômia deve ser máxima, o ideal é que o telhado seja feito dentro de platibandas que circundam a ultima laje do edifício, com as águas caindo para a uma calha central feita em concreto.

Entretanto, neste projeto aqui apresentado com maquete 3d, pode-se ver que foi utilizado telhado de telha tipo canal ou colonial, com duas águas tipo "chalet", e beirais.

Como vantagem deste telhado, pode-se dizer que, o uso de telhas de cerâmica geralmente produzem melhor conforto térmico, ou seja, as telhas isolam mais o calor em climas quentes, mantendo assim a temperatura interior dos apartamentos que ficam sob a última laje bem mais agradável, o que consequentemente evita consumo excessivo de energia, vide ar condicionado.

Vista superior da maquete eletrônica do prédio popularSe for feita um sistema de ventilação, para que o ar circule sob o telhado, certamente em dias quentes a temperatura interna das moradias do ultimo piso sera bem mais agradável ainda.

Na perspectiva do prédio, que é mostrada no topo da página, aparece na fachada lateral um pequena abertura circular, com fins de abir passagem para circulação de ar.

Como esta mostrado na perspectiva, esta abertura deve ter veneziana, para evitar entrada de passaros.

Maquete 3d do prédio popular

Ao lado vemos a maquete 3d do prédio de apartamentos econômicos agrupados dois à dois, como descrito nesta página. A entrada se dá pelo lado direito da fachada. Cada apartamento possui uma vaga de estacionamento ou garagem a céu aberto, em frente à fachada principal e fachada de fundo.

Este sistema de projetar os prédios agrupados dois a dois com escadas comuns tem sido bastante usado em habitação social.

Para criação da maquete de visualização do projeto foi utilizado o software Autocad, tanto para a modelagem 3d como para a renderização ou acabamento.

Veja a planta dos apartamentos na outra página referente à descrição deste projeto.

Por: Eng. J.Renato A.D.

Anúncio: