Preparação do Terreno | Início da Obra

Sobre os preparativos básicos e inciais para a construção, entre eles a preparação do terreno, dando início à obra, quando é necessária uma limpeza, em alguns casos nivelamento ou cortes de terrar, murar e providênciar água e energia para que a obra siga em adiante.

O Ponto de Partida da Construção

Para iniciar a construção, o terreno deve estar adequado, tanto para instalação de um canteiro de obras como também para se iniciar a execução do projeto da casa, estipulado pelo engenheiro ou arquiteto.

Para tal, ele deverá ser limpo, capinado, ter um muro ou cerca construída ao redor e o local de construção da casa deve ser indicado no terreno com absoluta precisão. Estas são medidas iniciais para que a obra possa começar e caminhar com sucesso.

A preparação do terreno, não diz somente à adequa-lo ao projeto como fazer terraplangem em alguns níveis, ou até desmontes de terra em algum local onde isto tenha sido especificado.

Anúncio:

A preparação envolve também a organização dos espaços, de que modo que as operações de construção, armazenamento de material, assim chegada de materiais, seja feita do modo mais funcional e prático possível, para que a obra possa ser executada de forma rápida e objetiva, tendo cada parte do canteiro de obras funcionando à contento.

Este é um momento onde planejamento, bom senso e experiência fazem a diferença, olhar o terreno e estudar as melhores possibilidades para implantação do canteiro de obras.

Esta etapa inicial, pode ser dividida em alguns subitems, para que a importância individual de cada um seja realçada e mais bem explicada, como à seguir.

Quando se fala em limpeza do terreno, é sempre muito importante prestar atenção ao que deve sair e o que deve ficar. Eu que aqui escrevo, conhecí um arquiteto de muita reputação, que certa vez fez um projeto que previa deixar uma árvore existente no terreno, em um pátio do interior da casa projetada. O arquiteto teve o maior cuidado e trabalho de fazer um projeto cuidadoso pensando em aproveitar alguns aspectos da natureza existentes no terreno. Mas quando foi feita a limpeza do terreno, o Mestre de Obras desavisado, mandou limpar tudo, e até cortou a árvore, que era motivo de um projeto original e diferente. Fato curioso que parece piada, mas é nada mais que a mera verdade.

Nivelamento do Terreno

Nem todo terreno é perfeitamente retangular ou perfeitamente plano. Na verdade a maioria dos terrenos tem seu relevo acidentado, mais altos em algumas partes e mais baixos em outras partes, ou seja, podem ser ligeiramente inclinados ou até muito inclinados. Chamaremos de topografia do terreno as suas formas quanto ao seu relevo, e assim sendo, dependendo das condições topográficas de um terreno, e da forma como o arquiteto ou engenheiro concebeu o projeto, será preciso fazer um nivelamento do terreno, atingir as condições e planos adequados para executar o projeto de construção.

Em muitos casos, terrenos em aclive (que sobem em relação ao nível da rua) e terrenos em declive (que descem em relação ao nível da rua) podem ser aterrados ou cortados para que a construção seja feita.

Um topógrafo já deve ter sido contratado pelo construtor, na etapa de elaboração do projeto, e deve ter deixado no local estacas ou marcos, indicando os níveis do terreno em pontos importantes, e ter fornecido uma planta do terreno contendo estas informações. Baseado nestas informações, são feitos os aterros ou terraplenagem do terreno, que pode ser manual ou feita com máquinas. Quando se trata de grandes cortes ou grandes áreas à serem niveladas, então pode valer à penas contratar uma firma de terraplenagem, que locará um trator de estéira com pá na frente e fará o trabalho muito rapidamente, em questão de um dia ou pouco mais, se o terreno não for muito grande.

Em caso de terrenos bstante planos, nem sempre este trabalho é necessário, sendo que apenas limpeza e contratar alguém para capiná-lo pode ser suficiente.

O terreno deve ser murado

Após a limpeza e preparações quanto à aterros ou terraplenagem se necessários, deve-se murar ou construir um tapume provisório em volta do terreno. O motivo do muro ou tapume é segurança, protegendo os passantes ou pessoas curiosas de se aproximar indevidamente da obra onde podem existir maquinas e equipamentos funcionando, e também para dar maior segurança contra furtos de materiais e equipamentos guardados ou estocados no local.

Em algumas cidades, quando o terreno está em declive, pode ser obrigatória a construção de um muro. Mas geralmente, quando o terreno é plano, uma cerca ou tapume é suficiente. Geralmente se opta pela construção do tapume, por ser mais rápido, e se a opção for construir um muro, geralmente é deixado sem emboço ou acabamento enquanto dura a construção. Somente no final da construção da casa, na fase de emboçar as paredes, então emboça-se também os muros.

Limpeza do terreno

Depois que o terreno esteja cercado, e o barracão da obra construido, então uma nova limpeza deve ser feita, retirando toda e qualquer entulho que ainda exista no terreno, ou resto de mato. Uma vez limpo, então pode-se receber as primeiras cargas de materiais de construção que serão usados na obra. Estes materiais são colocados nos locais demarcados.

Ligação de água e luz

Outro ponto importantíssimo, durante esta etapa de preparos iniciais, é a ligação de água e luz. A ligação de água é feita através do chamado "cavalete de água", feitos com a tubulação montada de acordo com as normas da concessionário de sua cidade.

A ligação de luz e força é importante principalmente para prover energia para máquinas da obra, como betoneiras, vibradores de concreto, serras de carpitaria, serras de ferragem e demais equipamentos. E importante também para instalar lampadas elétricas, caso se necessite trabalhar no início da noite, ou para o barracão de obras.

Em caso de construções em locais onde não existe água encanada, a solução é abrir um poço no terreno. E onde não existe luz, deve-se alugar um gerador de eletricidade. Quanto à eletricidade, existe a opção de usar equipamentos manuais, o que torna o serviço mais demorado e aumenta o custo com tempo de mão de obra. Em prática uma obra sem água é impossível, e sem luz a obra praticamente não anda.

Anúncio: