JRRIO

Vantagens e Dificuldades no Uso do Revit

Sobre as vantagens alegadas e dificuldades iniciais no uso do programa ou software Revit para projetos de arquitetura e engenharia.

Como vantagens em usar um sistema BIM sobre um sistema CAD convencional, quando se tem bom domínio do programa, está o fato da velocidade na criação do projeto, obtenção dos quantitativos de materiais através de tabelas e também totalização de custos.

Corte 3d de arquitetura feito com RevitMas em termos de desenho e projeto propriamente dito, a principal vantagem seria a geração de cortes e elevações automaticamente, assim com obtenção de uma maquete eletrônica para obter visualizações 3D com vistas renderizadas, ou seja, com aparência realistica, com uso de materiais de acabamento, entornos, luz e sombra.

Como desvantagens, é um consenso comum que para o sucesso do uso de uma plataforma BIM, é preciso ter consciência que a produtividade inicial pode cair muito nos primeiros projetos ou nos primeiros 3 meses. Não é possivel especificar um tempo específico. Na verdade está se implantando um novo método e filosofia de trabalho.

A cada objeto e componentes desenhados, muitas vezes o programa pede a entrada de inúmeros parâmetros, que às vezes nem estão adaptados à necessidade de projeto ou características de projeto de alguns escritórios ou localidades onde o programa é usado.

Assim é preciso uma adptação à que consumira tempo, envolvendo o hábito de entrar parâmetros como também entender bem este processo.

À este tempo de adaptação, deve-se adicionar as horas de treinamento básico inicial necessárias para migrar de um sistema Cad tradiconal para um sistema CAD BIM. Pode-se considerar também o tempo gasta para criar bibliotecas que são próprias de cada escritório e que levam em conta as respectivas metodologias de detalhamento e execução de cada escritório.

Uma vez que as bases de dados estejam criadas (as bibliotecas), a produtividade comprometida inicialmente possa se transformar em um enorme ganho de tempo nos projetos e na obtenção ou geração da documentação do projeto (quantificações, tabelas de especificações e custos).

Este fenômeno da morosidade inicial, não é novo na área de Cad. Quando da implantação dos sistemas CAD tradicionais, ocorria inicialmente também uma perda de tempo com treinamento e criação de bibliotecas customizadas, ou seja adaptadas e apropriadas às rotinas de projeto, que mais tarde se tornariam num gigantesco avanço na produtividade.

Uma plataforma BIM permite integrar escritórios de projetos com parceiros e fornecedores para quantificações e especificações, assim como para tarefas integradas. Talvez para escritórios pequenos um programa BIM tenha bem mais do que se necessita.

Mas em função de todas as vantagens para desenho e projeto parece ser uma boa opção experimentar, mesmo que não se use todos seus recursos de documentação associada a precisão de custos, e se concentre mais na parte de desenho e detalhamento.

Eu que escreví estes comentários e esta página, sou profissional liberal praticamente autônomo, e ainda não uso um programa plataforma BIM. Mas considero experimentar em função de alguns recursos principalmente por causa da ideia do projeto ser diretamente associado à tridimensionalidade.

Veja também uma visão geral sobre o Revit e suas caracteristicas como programa BIM.

Voce pode ler também sobre o Revit no site da Autodesk.