JRRIO

Plantas Fotorealísticas de Apartamentos Mobiliados

Plantas em estilo fotorealístico mostram diversos e amplos apartamentos, todos mobiliados e com decoração. As ilustrações mostradas aqui são a representação gráfica dos apartamentos de um empreendimento imobiliário para construção de um edifício e venda de suas unidades. Foi feita para uma empresa de construção civil do Rio, em agosto de 2003. Veja também a perspectiva do edifício e planta da área de lazer ou PUC.

Planta humanizada em estilo fotorealístico de uma apto de 2 quartos, sendo 1 deles suíteDesign de Interior visto com plantas fotorealisticas

Como é de praxe, os apartamentos foram mostrados mobiliados, dando uma boa compreensão de seu interior e do melhor aproveitamento de seus espaços internos.

As plantas obtidas através de maquetes eletrônicas, aqui tendem a dar uma aparência real do interior da futura morada, e mostram também sugestões para a decoração interna e design de interior. Os apartamentos são vistos de cima, sem teto onde aparecem as divisões internas, móveis e demais utensílios domésticos, assim como vasos de plantas e móvéis de varandas nas áreas descobertas, ou seja, nas próprias varandas.

Na planta mostrada acima à direita, é visto um apartamento muito bem mobiliado, contando com quarto e suíte, dois banheiros no total, corredor, sala de jantar e sala de estar. O apartamento também possui uma ampla e longa varanda, cuja porta de acesso se dá para a sala. O apartamente também possui cozinha de bom tamanho para apartamentos de porte médio e área de serviço com banheiro de empregada.

Sobre a apresentação deste projeto e empreendimento

A perspectiva do edifício como as plantas foram feitas para serem impressas em tamanhos de até mais ou menos 90 cm de largura. Grandes formatos são requisitos para estandes de vendas, já que ficam expostas nas paredes do mesmo.

Fiz esta apresentação seguindo o projeto de arquitetura que foi fornecido pela empresa proprietária do empreendimento como é usual, entretanto a disposição dos móveis e ocupação dos espaços foi feita por mim, tarefa esta que às vezes fica por conta de quem faz a humanização da planta.

Na versão original, as cores dos sofas e cama de casal também eram brancas por exigência da contratante. Mas para colocação em portifólio, coloquei minha versão original, mais colorida, que causa mais impacto e melhor o visual.

Outras plantas constantes da apresentação

Abaixo, podem ser vistas outras duas plantas de apartamentos maiores. Como é possível observar, a disposição dos móveis foi feita no intuito de aproveitar bem os espaços interiores de forma funcional e se intregrando aos demais objetos e utensílios sugeridos na planta para integrar a decoração. A apresentação confere uma aparência real aos móveis e aos demais elementos que compõe o interior, inclusive materiais de acabamento como pisos, metais e louças sanitárias.

Maquete eletrônica de apartamento mobiliado: planta humanizadaPlanta humanizada de outra unidade do edifício

Plantas baixas dos apartamentos

Veja com mais detalhes e descrições, sugestões sobre como mobiliar um apartamento de 2 quartos com base em planta fotorealística.

Em outra página a apresentação da planta do pavimento comum deste edifício com áreas de lazer, como play-ground e piscina no terraço.

Aspectos técnicos sobre CAD e render

Para os que se interessam por aspectos técnicos acerca de apresentações computadorizadas, como profissionais da área ou quem esteja fazendo cursos de 3d ou computação gráfica, deixo aqui alguns comentários como é meu costume.

A construção ou modelagem 3D do edifício mostrado no início desta página, foi feita utilizando Autocad e renderizada com 3d Studio r.4.
As plantas humanizades são do tipo 3D. Foram inicialmente elaboradas no Autocad e depois renderizadas no 3d Studio r.4. Na verdade são maquetes eletrônicas, ou lay-out tri-dimensional dos apartamentos com distribuição do mobiliário dos mesmos.

Tanto as plantas humanizadas como a perspectiva de arquitetura foram geradas a partir de modelos 3D, feita com recursos de computação gráfica ou maquetes eletrônicas dando a impressão ser uma fotografia "hipotética" do apartamento visto de cima ou sem o teto.