JRRIO

Edificio Residencial de Linhas Sóbrias - Maquete Eletrônica

A presente maquete eletrônica e modelagem 3d foi feita com precisão de detalhes da arquitetura.

A animação ao lado, mostra a fachada em angulo, com varandas e embasamento.

A perspectiva computadorizada foi usada para divulgação de um empreendimento imobiliario.

Sbre a apresentação deste projeto e empreendimento

Edificio no Rio de Janeiro - 1998 | Esta é uma típica apresentação gráfica de projeto e empreendimento, onde é vista a perspectiva de arquitetura de um edifício de apartamentos usualmente feita para empresas do ramo de construção civil, como incorpodradoras, construtoras e empresas de engenharia.

Sobre a Perspectiva e Maquete Eletrônica

Esta perspectiva é uma segunda versão, feita a partir da versão original que foi utilizada com sucesso para a venda dos apartamentos de um empreendimento imobiliário. Posteriormente, com intuito experimental de testar algumas caracteristicas de um programa refiz este trabalho, experimentando alguns pequenos recursos de modelagem de um programa.

A modelagem de arquitetura for mantida praticamente intacta com relação à apresentação original, pois utilizei o mesmo modelo 3d utilizado na versão original.

A representação de pessoas é um tanto antiga, feita com "bonecos" em 3d, que podem serem vistos perto dos canteiros de plantas, marquise e colunas.

Se trata um trabalho feito com precisão de detalhes da arquitetura, e considero um trabalho muito bem feito em termos de modelagem 3D de arquitetura feita em computador.

A perspectiva é vista em angulo semi-frontal, enfatizando mais a fachada frontal, varandas, embasamento e marquises. Geralmente este típo de edifício, construído tendo construções altas em ambos os lados ou divisas dos terrenos, tem como enfase a fachada frontal, já que é a fachada mais visível por quem passa pela rua assim como pelos futuros moradores, quando estes chegam ao prédio. Veja também a perspectiva do edifício visto de baixo para cima na outra página desta apresentação.

Esta maquete eletrônica, em sua forma original, foi usada para obter apenas perspectivas (imagens estáticas) para lançamento e divulgação do empreendimento imobiliario em anúncios de jornais, assim como para colocação de uma grande imagem impressa no stand de vendas.

O projeto de arquitetura foi fornecido pela construtora contratante do serviço, e a maquete original foi feita fielmente ao projeto como é usaual e de praxe. A representação da arquitetura foi feita em nível fotorealistico, ou seja, com intuito de passar uma imagem fiel quanto à representação dos materiais de acabamento.

Perspectiva de Edifício no Rio - Obtida de maquete eletronica

Maquete eletrônica e perspectiva de edifício residencial, com amplas varandas. O projeto foi modelado em 3d com precisão de detalhes da arquitetura.

Sobre as Plantas de Apresentação dos Apartamentos

Para quem não está familiarizado com o processo de apresentação gráfica de um empreendimento imobiliário, anoto aqui que, juntamente com a maquete e perspectivas da futura construção, também são apresentadas as plantas dos apartamentos mobiliados ao clientes interesssados.

Planta baixa humanizada do apartamento e área de lazerNa verdade se trata de uma planta ilustrada, feita em escala real, mostrando uma sugestão aos possíveis compradores de como pode ser a disposição dos móveis e como seria a futura morada mobiliada.

Este tipo de ilustração, geralmente facilita a compreensão por parte dos compradores e interessados, já que a maioria não tem conhecimento técnico para ver uma planta técnica de engenharia e arquitetura sem nenhum atrativo, quanto menos sem nenhum referêncial interno para facilitar a compreensão e o entendimento dos cômodos.

Este tipo de planta, geralmente é chamada de planta humanizada, exatamente por que tenta mostrar como seria a futura morada com seus ambientes internos mobiliados, já adequada à necessidades usuais do ser humano com relação ao móveis e demais objetos que constam do interior de uma típica vivenda.

Descrição da planta Humanizada e Perspectiva da Área de Lazer

Assim como a perspectiva do exterior do edifício, as plantas humanizadas e perspectiva da área interna também foram feitas por mim, e estão mostradas nas imagens que se alternam, apresentadas ao lado deste texto.

Nas sequência onde são apresentadas três imagens, a primeira representa a planta humanizada de uma unidade de apartamento vista como um todo e a segunda imagem apresenta um detalhe ou ampliação do ambiente da sala de estar. Observe que a planta apresenta todos os comodos de uma apartamento com 1 suíte, 1 quarto e banheiro social, ampla sala de jantar e estar, ampla varanda, cozinha, área de serviço, quarto de empregada reversível e banheiro de empregada.

A terceira imagem é uma perspectiva de parte da área comum de lazer onde aparece uma pequena piscina com hidromassagem. Aparece também nesta imagem uma área ao lado da pequena piscina com cadeira espriguiçadeiras.

Comentário Técnico Sobre Renderização

Nem todo mundo que visita um site de computação gráfica e maquete eletrônica se interessa por detalhes técnicos relativos à modelagem 3d e renderização, principalmente quando a pessoa possui um perfil empresarial e o foco de sua atenção é primordialmente nas imagens acabadas.

Entretanto muitos visitantes podem ser estudantes de cursos de 3d, ou alguém que pretenda fazer algum curso de maquete eletrônica ou até mesmo um profissional da área de visualização que se interesse por estes detalhes técnicos. Assim, estes comentários são mas voltados para quem tem este enfoque de visão técnica e curiosidade com relação ao processo utilizado neste trabalho.

Para a obtenção destas imagens e criação da maquete eletrônica, utilizei na época dois programas ou softwares. Tanto para o processo de obtenção da perspectiva do edifício, como para as planta humanizadas e perspectivas internas, a modelagem 3d foi feita com Autocad e o acabamento (renderização) foi feito com 3d Studio r.4, que é uma das primeiras versões do 3ds max ou 3d max como é conhecido atualmente.

Abaixo um imagem ampliada da perspectiva da fachada do edifício de apartamentos, os muitos detalhes podem ser melhor visualizados.

Perspectiva de Edifício no Rio - Vista ampliada -  Obtida de maquete eletronica

Perspectiva da Fachada com Varandas e Embasamento

A perspectiva do edifício no Rio de Janeiro, de 1998, mostrada acima, permite visualizar o edifício em angulo semi frontal. Nesta imagem se vê a calçada, canteiros, a marquise e duas colunas que cercam a porta de entrada, e mais à esquerda o portão de garagem.

Através da maquete eletrônica, pode-se ver a representação de materiais de acabamento, como granito apicoado utilzado sobre os canteiros e revestindo a marquise, assim como marmore branco e tiras de marmore verde escuro que fazem parte dos detalhes da fachada.

Mais acima é possivel visualizar as varandas, onde se vê os corrimãos e guarnições feitas em aluminio em pintura branca com quadros em vidro verde claro. As esquadrias foram representadas em aluminío anodizado escuro. O teto das varandas, que apresenta rebaixamento em gesso estão dispostos dois jogos de spots de luz de teto (lampadas embutidas). As vigas das varandas e que correm também ao longo da linha envoltória de cada andar foram representadas com reboco texturizado cinza claro. As demais paredes externas do corpo do edifício estão representadas com pintura cinza. Na parede que divide as varandas, como pode-se notar, existe um arremate horizontal de granito apicoado.